quarta-feira, 17 de julho de 2013

Dia 289: Breathe, a vida em vai e vem

Imagem retirada daqui

Sei há muito que há alturas na vida em que precisamos de parar, e de nos distanciarmos da vida de todos os dias, para nos (re)centrarmos no que é verdadeiramente importante. Esse trabalho interior pode, por vezes, exigir-nos tanta energia que o que sobra são apenas as rotinas mais simples que construímos e integrámos. Nessas alturas devemos dedicar-nos ao essencial de nós e dos que dependem de nós. Em regime de exclusividade e em estado de total concentração. 

Quando o mundo à nossa volta entra em convulsão e nos parece exigir tudo em demasia, temos de abrandar o tempo. Temos de nos aquietar, de respirar profundamente e de nos virarmos para dentro e para a essência das coisas e da vida

                                         Be still,
                                         and look deep
                                         inside and around you.
                                         Breathe.
                                         Look deeper an deeper
                                         around and inside you,             
                                         Be still and
                                         breathe.

 Depois, aos poucos, a vida volta e nós regressamos a ela. Assim, simplemente.


                                        Breathe 
                                                    ...
                                        Long you live and high you fly
                                        And smiles you'll give and tears you'll cry
                                        And all you touch and all you see
                                        Is all your life will ever be
                                                     ...

       Pink Floyd, The dark side of the moon

Breathe, paper cutout installation.

Sem comentários:

Enviar um comentário